OSS e REI To SETSU

 
SKIF – SKICB – Escola de Karate Wankan – João Pessoa – Brasil – 2007.

 
                                     OSS           REI TO SETSU
                                                
   O significado da palavra Oss 
 
                      A palavra OSS, de origem japonesa, tornou-se praticamente uma palavra da língua do mundo do Karate, entendida e trocada entre numerosos  praticantes de muitas nacionalidades, não somente por ocasião das saudações cotidianas mas também substituindo expressões como "Obrigado", "Prazer em conhecê-la", "Até logo", "Entendido", "Eu entendo".
 
                       O fonema OSS se transcreve, de fato, com dois caracteres chineses: 
             – o primeiro, OSU, significando literalmente "impulsionar, avançar, prosseguir",     simboliza o espírito combativo, a importância do empenho e determinação em enfrentar todos os obstáculos, ultrapassando-os, avançando e progredindo na Vida com atitude positiva e inabalável; 
             – o segundo, SHINOBU, significando "suportar", exprime, junto com o primeiro, a coragem e o espírito de perseverança, com o qual se consegue suportar as dores e resistir, nos momentos de depressão, com paciência e sem fraquejar, mantendo sempre a impulsão e o moral elevado. 
 
                      Mesmo os preparados e fortes, possuidores das qualidades físicas e morais necessárias para enfrentar  desafios e provações, necessitam manter e desenvolver tais qualidades com  esforço constante e persistente, pois "o talento não tem valor algum sem o trabalho". Em seu provável emprego inicial, entre os alunos da Escola Naval Japonesa, OSS era uma palavra chave usada para lembrar aquela máxima aos jovens , para impelí-los a tomarem uma decisão, e se transmitia entre eles como encorajamento mútuo. 
 
                      A  palavra  OSS  não  deve  ser  usada  de  forma vaga, imprecisa, e muito menos negligente. Deve-se harmonizar o estado de espírito, a postura, a atitude e o gesto de saudação que deve demonstrar respeito, simpatia e confiança no próximo. O tronco se inclina reto, queixo retraído enquanto se emite e pronuncia a palavra com energia vinda do abdome, de sua parte inferior. O movimento, a respiração e a pronúncia  assim executados contribuem para concentrar, no baixo abdome, o "KI" e a força.
 
                       Os karatekas devem conhecer e difundir o significado, o valor e a maneira correta de se usar a palavra OSS. 
                                         .

                      Tradução adaptada de extrato de trechos do livro KUMITE KYOHAN, Hirokazu Kanazawa, Ed. Kodansha, Japão, 1987.

    


                    
   
  Rei  To  Setsu 
 
           " REI TO WA RITO-TO MAGIWARU NI ATARI, MAZU SONO GINKAKU O SONTIO-SHI KORENI KEIO ARAWAS KOTO-NI HASHI.
             RITO-TO RITO-TO NO KOSAI O TOTONOE SHACAI TSUTIJO O TAMOTSU MITI DE ARI, SETSU WA KONO SEISHIN O ARAWASU SAHO DE ARU.
             KARATE-DO O MANABU MONOWA, UTI-NI REI NO SEISHIN O FUKAME, SOTONI SETSU O TADASHIKU MAMORO KOTO GA KANYO DE ARU."  
                                         Fonte: H.Kanazawa, Kumite Kyohan ,
                                                             Ed.Kodansha, Japãp,1987
 
     Rei  e  Setsu 
 
          " Rei, acima de tudo, é a vontade de respeitar a dignidade humana e de demonstrar este respeito.
            Torna-se meio de aperfeiçoamento das relações humanas e, assim, é fator de ordem social; Setsu é a expressão dessa atitude.
            Os praticantes de Karate-do devem compreender muito bem o espírito de REI e observar rigorosamente as regras de SETSU em todo relacionamento social."                                    


     
             Em outras palavras, REI é o pensamento, a vontade de se relacionar pela confiança e respeito mútuos demonstrando esse respeito.
              A prática de REI é um meio de manter a harmonia entre as pessoas para melhorar a sociedade.
           
             REIGI é o código (SAHO), o meio de expressar aquele pensamento.
 
             Lembrando o Mestre FUNAKOSSHI : "O karate começa com REI e termina com REI".
 


 

"A ponte de pedras não é sustida por esta ou por aquela pedra ,

mas sim pela linha do arco que elas formam.

                      Sem pedras não há arco. "                             

                                                                                 Marco Pólo (1254-1324)

                                          

                       OSS !!!                         

 


                    

Anúncios
Esse post foi publicado em DOUTRINA. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s